Graduação Pós-Graduação Pesquisa Extensão Biblioteca Intercâmbios Comunicação A FFLCH  
Skip to Content

Boletim Acontece na FFLCH-USP n. 250

 

 

 

 

 

Colóquio FFLCH – Université Nanterre – Paris X

 

Nos dias 24, 25 e 26 de fevereiro, a FFLCH receberá quatro professores da Université Paris Oest Nanterre La Défense para um colóquio, que se iniciará às 14h, na sala 14 do Prédio de Filosofia e Ciências Sociais (Av. Prof. Luciano Gualberto, 315, Cidade Universitária), conforme programação.

 

 

 

Exposição: "Ciganos - Entrelinhas", na Biblioteca Florestan Fernandes

 

A Biblioteca Florestan Fernandes recebe a partir do dia 23 de fevereiro a exposição Ciganos - Entrelinhas, organizada por alunos da disciplina Filologia Portuguesa, do Departamento de Letras Clássicas e Vernáculas, da FFLCH-USP.
 
A mostra traz informações sobre a cultura cigana e a perspectiva do não cigano brasileiro, incluindo tabus e preconceitos decorrentes do contato com um diferente modo de vida.
 
Local: saguão da Biblioteca Florestan Fernandes - FFLCH/USP. Avenida Prof. Lineu Prestes, travessa 12, nº 350, Cidade Universitária, São Paulo
 

 

 


 

Lançamento: "Relações entre Brasil e Alemanha na época contemporânea"

 

No dia 24 de fevereiro, terça-feira,  às 19h, será realizado, no Instituto Goethe, o lançamento do livro RELAÇÕES ENTRE BRASIL E ALEMANHA NA ÉPOCA CONTEMPORÂNEA.
 
Dos 32 artigos que compõem o livro, seis são de autoria de professores da FFLCH-USP.
 
 
TER | 24.02.2015 | 19h00 | CONVITE
 
Instituto Goethe. Rua Lisboa 974, Pinheiros, São Paulo
 
 

 


 

Aula Inaugural do Departamento de Filosofia, com Caetano Plastino

 

O Departamento de Filosofia convida para a Aula Inaugural 2015 dos cursos do Departamento.
 
Sob o título "O conhecimento com base no testemunho", a Aula Inaugural será proferida pelo Prof. Dr. Caetano Plastino, na terça-feira, 24 de fevereiro, às 19h30, na sala 14 do prédio de Filosofia e Ciências Sociais.
 
TER | 24.02.2015 | 19h30 | convite
 
Prédio de Filosofia e Ciências Sociais (sala 14). Av. Prof. Luciano Gualberto, 315, Cidade Universitária, São Paulo.
 
 

 


 

Mini-curso: “A Obra Multiforme de Michel de Certeau” e conferência: “Michel de Certeau no Brasil, do passado ao presente”, com Luce Giard

 

O Departamento de História promove nos dias 9, 11 e 13 de março de 2015, das 9h às 12h, o mini-curso: “A Obra Multiforme de Michel de Certeau”, que será ministrado, em inglês, pela Profa. Dra. Luce Giard (historiadora, filósofa, matemática; depositária e editora dos escritos de Michel de Certeau).
 
Programação:
1. Quando Michel de Certeau interrogava a obra de Freud.
Bibliografia: La Possession de Loudun (1970); L’Ecriture de l’histoire (1975), capítulos VIII e IX; Histoire et psychanalyse entre science et fiction (ed. revista e aumentada, 2002).
2. Michel de Certeau leitor crítico de Foucault
Bibliografia: L’invention du quotidien, t. 1, Arts de faire (1980, ed. revista e aumentada 1990); Histoire et psychanalyse entre science et fiction (ed. revista e aumentada, 2002).
3. Michel de Certeau, analista da vida cotidiana.
Bibliografia: L’invention du quotidien, t.1, Arts de faire, e t.2, Habiter, cuisiner (1980, ed. revista e aumentada 1990 para o tomo 1; 1994 para o tomo 2); La Culture au pluriel (1974, nova ed. 1993).
 
E no dia 12 de março, quinta-feira, às 18h,  no Departamento de História, a Profa. Dra. Luce Giard  promoverá a conferência Michel de Certeau no Brasil, do passado ao presente.
 
O Departamento de História está localizado na Av. Prof. Lineu Prestes, 338, Cidade Universitária, São Paulo.
 
Mais informações: (11) 3091-3782
 
 

 

 

Seminário: "Teorias e Políticas de Desenvolvimento", com Maria Regina Salvador (Universidade Nova de Lisboa)

 

O Programa de Pós-Graduação em Geografia Humana convida para o Seminário "Teorias e Políticas de Desenvolvimento", que será dirigido pela Profa. Dra. Maria Regina Salvador (Universidade Nova de Lisboa), de 17 a 19 março de 2015, das 14 às 18h, na sala 02 (de vídeo).
 
Inscrições na Secretaria de Pós-Graduação do Departamento de Geografia ou por email: coordpgh@usp.br
 
Serão emitidos certificados de participação.
 
Consulte aqui a Programação
 
O Departamento de Geografia está localizado na Av. Prof. Lineu Prestes, 338, Cidade Universitária, São Paulo.
 
 

 

Congresso Internacional Luso-Brasileiro 100ORPHEU

 

A Universidade de Lisboa e a Universidade de São Paulo, através de seus centros de pesquisa, estão organizando o Congresso Internacional Luso-Brasileiro 100Orpheu, com a finalidade de celebrar o impacto que o grupo modernista e a Revista Orpheu vêm exercendo sobre a produção artística da contemporaneidade.
 
O evento ocorrerá consecutivamente na Fundação Calouste Gulbenkian e na Universidade de São Paulo, em março e maio de 2015.
 
Além do grande debate acadêmico, cada país propiciará atrações culturais que celebrem a modernidade nas diversas artes. Na Universidade de São Paulo, haverá debates com pintores e escritores contemporâneos e uma exposição a respeito dos diálogos entre o movimento modernista português e o brasileiro, com ênfase nas revistas do período.
 
As inscrições podem ser realizadas no site do Congresso: www.100orpheu.com
 
Inscrições com desconto até 15 de fevereiro.
 
 
 

 

Encontros Março e Abril no Maria Antonia, com Tania Macêdo e Pedro Paulo Pimenta

 

Estão abertas junto ao Centro Universitário Maria Antonia (Rua Maria Antonia, 258, Vila Buarque) as inscrições para os cursos:
 
Literaturas Africanas em português: contexto e singularidades, com Tania Macêdo
8, 15, 22 e 29 de abril
quartas, 16 às 18h
 
Os encontros destacam alguns dos principais autores das literaturas africanas de língua portuguesa da atualidade, como Mia Couto, Ondjaki, Ana Paula Tavares e Paulina Chiziane, fazendo uma análise detalhada de textos importantes de cada autor, a partir de temas como oralidade, literatura de autoria feminina, música popular e de seus contextos específicos.
 
8 de abril - Literatura e colonialismo: os países africanos de língua portuguesa e suas culturas
 
15 de abril - A literatura de autoria feminina
 
22 de abril - A música, a literatura e a contestação em Angola
 
29 de abril - Mia Couto e a arte de reinventar Moçambique
 
 
Tania Macêdo é professora titular de Literaturas Africanas de Língua Portuguesa da FFLCH-USP. Publicou, dentre outros, Angola e Brasil, estudos comparados (Arte e Ciência, 2002), Luanda, cidade e literatura (Editora da UNESP; Nzila, 2008). É co-organizadora de Mia Couto, um convite à diferença (Humanitas, 2013), Portanto... Pepetela (Ateliê Editorial, 2010).
 
 
 
O gosto dos filósofos, com Pedro Paulo Pimenta
8, 15, 22 e 29 de abril
quartas, 20 às 22h
 
Os encontros abordam o pensamento sobre as artes na ­ filosofia do século XVIII, época em que a crítica e a estética adquirem autonomia, destacando como Hume, Diderot, Rousseau e Kant, ao teorizarem sobre a pintura, o teatro, a literatura e a crítica de arte, permitiram a compreensão das artes de seu tempo, assim como certos aspectos da produção posterior. 
 
08 de abril -  Hume e o Teatro
 
15 de abril - Diderot e a Pintura
 
22 de abril - Rousseau e a literatura
 
29 de abril - Kant e a crítica de arte 
 
 
Pedro Paulo Pimenta é professor no Departamento de Filosofia da FFLCH-USP, autor de Reflexão e moral em Kant (Azougue, 2004), A linguagem das formas (Alameda, 2007), A imaginação crítica - Hume no Século das Luzes (Azougue, 2013). Prepara atualmente uma edição da História da Inglaterra, de David Hume.
 

informações: 11 3123 5213 / 5214   cursosma@usp.br

 

 

 

Visitas orientadas à Biblioteca Florestan Fernandes

 

A Biblioteca Florestan Fernandes convida os calouros 2015 da FFLCH e demais interessados para Visita Orientada e capacitação para pesquisas no DEDALUS e no Portal de Busca Integrada.
 
As visitas ocorrerão de 23 a 27 de fevereiro de 2015 em três horários distintos. As inscrições poderão ser feitas no local ou pelo site: http://www.biblioteca.fflch.usp.br/visitamonitorada
 
 
 

 

 

Revista de História passa a operar no sistema Ahead of Print

 

A partir deste ano (2015) a Revista de História passa a operar no sistema Ahead of Print. Essa é uma forma nova de publicar previamente artigos e resenhas já aprovados, que antes aguardavam o fechamento editorial dos volumes semestrais. Agora os textos não precisam mais esperar meses para serem publicados e lidos. Cada artigo já possui um número DOI (Digital Object Identifier – Identificador de Objeto Digital) que padroniza a identificação de documentos em redes de computadores, como a internet. Este identificador é composto de números e letras e atribuído ao objeto digital, oferecendo identificação unívoca da propriedade intelectual dos textos, permitindo a imediata citação completa.
 
Essa forma de publicação antecipada está de acordo com as políticas editoriais científicas internacionais mais recentes, que indicam a necessidade de circulação rápida das informações acadêmicas. Doravante autores e leitores poderão usufruir a leitura dos textos nas páginas do Portal de Revistas USP (http://www.revistas.usp.br/revhistoria/index) e SciELO (http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_serial&pid=0034-8309&lng=pt&nrm=iso).
 

 

 

 


 

Lançamento do n. 3 da Revista Diversitas - Dossiê Pedagogia Griô

 

 
Está disponível em http://diversitas.fflch.usp.br/revista, o nº 3 da Revista Diversitas (Dossiê Pedagogia Griô), do Núcleo de Estudos das Diversidades, Intolerâncias e Conflitos, da FFLCH/USP.
 
A Revista vem a público como um entre os muitos espaços de difusão do conhecimento criados pelo Núcleo de Estudos das Diversidades, Intolerâncias e Conflitos, da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP. 
 
Como um instrumento da comunidade acadêmica amplamente compreendida, a Revista Diversitas pretende ser espaço de divulgação e contribuição permanentemente para a reflexão sobre nossos temas centrais: Diversidades, Intolerâncias e Conflitos.
 
O presente número, tem por objetivo aproximar os saberes da cultura oral, das experiências da sociedade civil (Grãos de Luz e Griô) e dos produzidos na Universidade. A proposta é que este encontro de saberes ofereça condições para um diálogo mais profícuo a partir de suas diversidades, que represente uma nova forma de produzir e socializar o conhecimento, no caminho da construção de uma cidadania brasileira que se seja calcada, sobretudo, em nossa grande riqueza de culturas orais.
 
 

 

 
 

 

 

Próximas Defesas:

 

Identidade na pluralidade: avaliação, produção e percepção linguística na cidade de São Paulo 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 

* A programação de eventos, defesas de mestrado e doutorado da FFLCH está disponível em http://fflch.usp.br/calendar/2015