Graduação Pós-Graduação Pesquisa Extensão Biblioteca Intercâmbios Comunicação A FFLCH  
Skip to Content

Prêmio Capes de Tese 2015: quatro teses defendidas na FFLCH são premiadas

A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) divulgou, no dia 31 de agosto, o resultado do Prêmio Capes de Tese Edição 2015, outorgado para as melhores teses de doutorado defendidas em 2014 e selecionadas em cada uma das 48 áreas do conhecimento reconhecidas pela Capes nos cursos de pós-graduação. Seis teses da USP foram premiadas, além de 25 que receberam menções honrosas. No ano passado, a USP foi agraciada com 13 prêmios e 16 menções honrosas.

“Esses prêmios, assim como os outorgados pela USP, são um importante estímulo para nossos pós-graduandos e professores, pois não apenas reconhecem, mas também premiam a excelência da pesquisa que realizamos. Com a expansão da pós-graduação e amadurecimento da pesquisa científica em nosso país, ganhar seis dos 48 prêmios Capes e 25 das 86 menções honrosas é muito significativo para USP. Estão de parabéns todos os vencedores e também a USP”, comemora a pró-reitora de Pós-Graduação da Universidade, Bernadette Dora Gombossy de Melo Franco.

A premiação é constituída pelo Prêmio Capes de Tese e Grande Prêmio Capes de Tese, em parceria com a Fundação Conrado Wessel. Serão concedidos, ainda, prêmios especiais para as áreas de Educação e de Ensino, em parceria com a Fundação Carlos Chagas.

O Prêmio Capes de Tese consiste em passagem aérea e diária para o autor e um dos orientadores da tese premiada para que compareçam à cerimônia de premiação, que ocorrerá na sede da Capes, em Brasília; certificado de premiação ao orientador, coorientador(es) e ao programa em que foi defendida a tese; certificado de premiação e medalha para autor; auxílio equivalente a uma participação em congresso nacional para o orientador, no valor de R$ 3 mil; bolsa para realização de estágio pós-doutoral em instituição nacional de até três anos para o autor da tese, podendo converter um ano em estágio pós-doutoral fora do país em uma instituição de notória excelência na área de conhecimento do premiado.

A Fundação Carlos Chagas oferecerá aos autores vencedores nas áreas de Educação e de Ensino um prêmio no valor de R$ 15 mil e quatro prêmios na categoria Menção Honrosa no valor de R$ 5 mil cada, sendo duas premiações de Menção Honrosa em cada uma das duas áreas. A cerimônia de entrega dos prêmios acontecerá no dia 10 de dezembro de 2015, em Brasília.

Grande Prêmio

Durante a cerimônia, será outorgado ainda o Grande Prêmio Capes de Tese para a melhor tese selecionada em cada um dos três grupos de grandes áreas. Para concorrer ao Grande Prêmio Capes de Tese os autores vencedores do Prêmio Capes de Tese devem apresentar à Capes uma vídeo-aula com duração de 20 a 30 minutos, em CD ou DVD, destinada a estudantes de ensino médio, abordando, de forma apropriada a tal nível educacional, o tema da tese de doutorado.

Em 2015, serão homenageados Emílio Vanzolini (Ciências Biológicas, Ciências da Saúde, Ciências Agrárias), Aziz Nacib Ab’Sáber (Engenharias, Ciências Exatas e da Terra e Multidisciplinar – Materiais e Biotecnologia) e Antônio Houaiss (Ciências Humanas, Lingüística, Letras e Artes, Ciências Sociais Aplicadas e Multidisciplinar – Ensino).

O Grande Prêmio Capes de Tese consiste em passagem aérea e diária para o autor e um dos orientadores da tese premiada para que compareçam à cerimônia de premiação, que ocorrerá na sede da Capes, em Brasília; certificado de premiação ao orientador, coorientador(es) e ao programa em que foi defendida a tese; certificado de premiação e medalha para autor; auxílio equivalente a uma participação em congresso internacional para o orientador, no valor de R$ 6 mil; bolsa para realização de estágio pós-doutoral em instituição nacional de até cinco anos para o autor da tese, podendo converter um ano em estágio pós-doutoral fora do país em uma instituição de notória excelência na área de conhecimento do premiado; e U$ 15 mil para o premiado, concedidos pela Fundação Conrado Wessel.

FFLCH

Quatro teses defendidas na Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas foram premiadas, uma delas na categoria “Melhores Teses” e as outras três receberam “Menção Honrosa”. Para fazer o download da tese, clique nos links abaixo para ser redirecionado para o Banco de Teses e Dissertações da USP.

Na categoria Melhores Teses:

Mudanças geomorfológicas na planície fluvial do Rio Pinheiros (SP) ao longo do processo de urbanização”, de Rodolfo Alves da Luz. Tese orientada por Cleide Rodrigues. Área do conhecimento: Geografia. Programa: Geografia Física.

Na categoria Menção Honrosa:

Impressões norte-americanas sobre escravidão, abolição e relações raciais no Brasil escravista”, de Luciana da Cruz Brito. Tese orientada pela Profa. Dra. Maria Helena Pereira Toledo Machado. Área do conhecimento: História. Programa: História Social

A literatura sob rasura: Autonomia, neutralização e democracia em J. M. Coetzee e Roberto Bolaño”, de tiago Guilherme Pinheiro. Tese orientada pelo Prof. Dr. Marcos Piason Natali. Área do conhecimento: Letras / Linguística. Programa: Teoria Literária e Literatura Comparada.

Universitas semper reformanda?: a história da Universidade de São Paulo e o discurso da gestão à luz da estrutura social”, de Maria Caramez Carlotto. Tese orientada por Sylvia Gemignani Garcia. Área do conhecimento: Sociologia. Programa: Sociologia.

 

*

Fonte e link da matéria: Sala de Imprensa da Universidade de São Paulo.